Ensaios poéticos

Postagens populares

Caatinga/ mandacaru em flores

Caatinga/ mandacaru em flores

Árvores da Caatinga

Árvores da Caatinga
Mufumbo florido

Visitantes

terça-feira, 7 de junho de 2011

Voz Poética da E. E. DE ENSINO MÉDIO DO CONJUNTO AMARANTE/ SÃO G. DO AMARANTE/ RN

                                  Entrelace Cultural
A Escola é o lugar onde se entrelaçam as Culturas...
        Nenhuma cultura é superior a outra. Todas elas, são apenas diferentes... Porém, em nossa sociedade, o difícil é compreender e principalmente respeitar essa questão. Não há nescecidade de admirarmos, nenhuma cultura, afinal, toda cultura é única, por isso, temos é a obrigação de respeitá-las, e fazer valer os direitos de todas elas, principalmente aquelas, que se encontram em minoria nas representações da nossa sociedade. Pois, CULTURA, nada mais é , do que um modo específico da vida de uma comunidade. E isso, não vejo, ser tratado com seriedade nas escolas. Essa questão se resumem a algumas apresentações de grupos para-folclóricos em semanas ou dias especiais... E as vezes, porém, raramente, a presença de grupos folclóricos... Não vou mais me aprofundar neste assunto, não por ter esgotado meu pensar... Mas simplesmente, por se tratar de um tema de grande complexidade que requer infinitos momentos para reflexões e mudanças...


           A E. E. DE ENSINO MÉDIO DO CONJUNTO AMARANTE, “NOSSA ESCOLA” nossa não no sentido de posse, mas de pertencimento a ela, pois é pública, e por ser pública também é LAICA, Todos devem ter ali fatias iguais de direitos e deveres. Esta NOSSA ESCOLA, fica localizada no município de São Gonçalo do Amarante, ela , ainda é novinha, tem apenas um ano de fundação, Mas é justamente nos primeiros anos de uma escola, que acredito ser construída a espinha dorsal da sua identidade cultural... Isto é, o reconhecimento, a compreensão, o respeito e a completude de todas as culturas ali presentes, para juntos se fortificarem numa identidade única e própria, onde os saberes já existentes são valorizados, e outros construídos, e as vezes alguns, descontruídos. A Escola é um lugar onde todo dia pensamos, refletimos, nos avaliamos e trançamos ou retrançamos... em alguns casos os fios culturais ali existentes para formarmos um tapete multicultural...

Poeta,professor e Fillósofo M, C. Garcia - Presidende da SPVA( SOCIEDADE DOS POETAS VIVO E AFINS DO  R/N) Teve o Mérito de Abrir o Sarau poético Musical.
    
Abaixo, O Professor de Português Thiago ( Grande Talento Poético)
Alunos e professores vivem a magia da poesia que se mostra em alegria e pedidos de bis...
Os nossos alunos e alunas esperam com muita expectativa  a chegada do dia de cada sarau poético musical...


Professora Carla ( Filosofia e Sociologia) Se deleitando na beleza do sentir poético...

Professora e secretária Ruth, cantando pra turma pela 1ª vez pra nossa platéia, e ja  se inicia na escrita de pequenas prosas...
Aqui vemos Orlando, o moço que se encantou pelo prazer da poesia... Siga em frente!

   “ A Nossa Escola”, não tem prédio próprio, nem secretaria, nem sala de direção, nem depósito de merenda, enfim, estamos num prédio de outra escola, onde as duas funcionam ao mesmo tempo, mesmo assim, já se percebe a identidade própria de cada uma delas , assim, como uma mãe de Gêmeos de única placenta, sabe identificar cada um de seus filhos...

         Desde o ano passado, temos um projeto de valorização cultural, o qual, usamos como norte , ou seja eixo central, potiguar regional, nacional e universal. Esse trabalho é puro sucesso ... Acontece mensalmente, no corredor da ala onde ficam as salas onde estão nossos alunos. E a cada mês, trabalhamos temas de grande relevância para toda a comunidade educativa.

         Neste Mês de, maio(25/05) Começamos a trabalhar” A cultura afrodescendente”, e também o papel da mulher... enquanto, mãe, profissional, dona de casa e líderes nos mais diversos papéis sociais.


Mostrando, inclusive a ausência da presença negra em todos os seguimentos sociais, bem como, a discriminação e formas disfarçadas e silenciosas ou mesmos escancarada de preconceitos contra a população afro descendente, que segundo pesquisas já é maioria na população brasileira.

Aqui estou conversando e pesquisando a vida de uma mulher artesã  de mãos delicadas na arte primitiva de trabalhar com a argila. ela pertence a uma comunidade quilombola do município de São Miguel/RN
Nessa foto, que foi congelada no tempo, deixou pra sempre na minha família, uma roseira com botões e flores...A senhora sofrida  é miha mãe, a jovem moça sou eu,com meu filho Expedito Segundo, minha  filha Ana  Sara e  meu irmãoFrancisco.                                                            
       Essa temática estará sempre em constantes debates ... e portanto, nas pautas de todos os nossos projetos. Porque Simplesmente... Somos um povo miscigenado. Fomos constituídos pela mistura de varias etnias, principalmente, indígena e africana, e as demais povos que aqui chegaram, uns para nos colonizarmos, e outros para atuar como escravos ou mão de obra barata, numa colônia para exploração de suas riquezas... Para países na época dominantes...

Fátima Alves/ Poetisa da Caatinga
 
Natal/27 de maio de 2011