Ensaios poéticos

Postagens populares

Caatinga/ mandacaru em flores

Caatinga/ mandacaru em flores

Árvores da Caatinga

Árvores da Caatinga
Mufumbo florido

Visitantes

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Sou forte e sou frágil


Sou forte e sou frágil

Sou filha da terra
Que tem duas caras
As vezes é verdinha!
Cheinha de flores!
Mas tem uma seca
De solo rachado
Com tudo queimado
Parece terror!
E nessa minha terra
Sou flor e espinho
Sou água e sou pedra
Sou vento e sou fogo
Sou verde e sou seca
Sou forte e sou frágil
Assumo o retrato
Da cara que chega
Pintando a imagem
Que o tempo trouxer
Eu sou uma artista
Que Deus fez nascer
Na terra rachada...

Carvalho/01.04.2010

Chuva de verão


Chuva de verão!
Lá na caatinga é inverno!
E as plantas adormecidas
Devagarinho despertam
Sentindo o cheiro da terra
Misturado com a folhagem
E o mundo que estava cinza
Agora vai ficar verde
Chuva de verão na caatinga
Lágrimas dos anjos celestes
Que trazem de volta a vida
A vida que apenas dormia

Carvalho/31.03.2010

terça-feira, 30 de março de 2010

Opituário


A SPVA(Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN)

Tem orgulho de exibir a voz dos seus membros

Opituário

Autora Shannya Lacerda

Cigarros, bebidas, ópio.
Nada mais que embriaguez,
alucinógenos que escondem
ilusoriamente a dor, a lucidez,
tirando do mundo opressivo
a inexpressão da nitidez,
enlouquecendo ao “louco”
lúcido, de óculos e bigode escuro,
que está prestes a ter um surto
por detrás de seus papéis e muros.

Pobre coitado vive ensandecido
por não perceber-se ainda despido
e enclausurado no mundo dito liberto.

Crê que está são, quando na verdade
mata-se
todo dia, quando todo dia insiste
em viver sua vida rotineira
anulando-se
a passo de goteira e
esquecendo-se
simplesmente
de existir.

Shannya Lacerda, 19/ 03 de 2010.

domingo, 28 de março de 2010

Deleite Poético-SPVA em Sarau itinerante (Na casa da Poetisa da Caatinga)



Deleite poético!

SPVA em Sarau itinerante - Recitando e encantando
Aconteceu na tarde de sábado -13/03/2010
Desta vez na residência do casal Emanuel Carvalho e Fátima Carvalho (poetisa-SPVA)

Um lindo Sarau poético! Aconteceu no Conjunto Potilândia
Debaixo de um velho cajueiro, entre hibiscos rosa –prata, bugaris e muitas flores, 20 poetas da SPVA, recitaram, cantaram e encantaram uma platéia de mais de 30 convidados. O tema foi voltado para a vida na caatinga, pois a poetisa anfitriã ( Fátima Carvalho) nasceu no mês de março e por isso, desejou fazer esta homenagem ao povo da caatinga(seu povo), e a terra onde estar plantada sua principal raiz... Portanto, não foi uma festa de aniversário, mas sim, uma tarde de alegria, onde pela poesia, palavras, músicas e sentimentos se abraçaram para celebrar e agradecer á vida que brota naquela terra, principalmente, cada semente poética que Deus disseminou por lá...
Tudo que aconteceu nesta tarde, foi singelamente doce e belo. O espaço era pequeno, mas acomodou de forma prazerosa e feliz, todos aqueles que lá estiveram. E em puro deleite,a tarde passou...e a noite chegou querendo se envolver naquele clima de magia... Um espetáculo que deixou saudades ao terminar... e que pela voz da poesia, mostrou na simplicidade, como o mundo pode ser sentido e vivido num ato de construção coletiva por uma vida mais feliz... Esse evento foi simplesmente, magnífico!
PARABÉNS SPVA!


Fátima Carvalho/ Flor de Bugari