Ensaios poéticos

Postagens populares

Caatinga/ mandacaru em flores

Caatinga/ mandacaru em flores

Árvores da Caatinga

Árvores da Caatinga
Mufumbo florido

Visitantes

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Excelente trabalho da Poetisa e Professora Eulália de Castro- Encanto / RN


Segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, lixo significa o que se varre da casa, da rua, ou se joga fora, entulho, coisa imprestável. Porém estamos diante de uma crise ambiental e a civilização precisa, em caráter de urgência, acordar para a realidade do mundo, compartilhando ações preventivas de respeito à natureza. O conceito de lixo precisa ser repensado, isto porque nas ações que podemos desenvolver prova-se que na natureza, a transformação do lixo de antes, acontece de acordo com o propósito de vida que queremos para nós e nossos descendentes. Veremos exemplos desde a garrafa PET, PNEUS que podem ser reaproveitados como peças artesanais, construção de módulos (pufes) que servirão de assentos, na sala de visitas de sua casa, de sua escola, de consultórios, de empresas... e outras utilidades como jardins e hortas. Temos o óleo usado pelas donas de casa, cantinas, lanchonetes, restaurantes... que seria jogado nos esgotos, poluindo o ambiente; entretanto, este pode ser coletado para fazer o sabão caseiro e assim por diante. O reaproveitamento do lixo dependerá da nossa imaginação e ousadia. É ver para crer.
São ações simples que beneficiam todos. Compartilhe a ideia e viva de forma sustentável, começando na sua própria casa. As escolas, Ongs, empresas devem estabelecer entre si um vínculo cujo objetivo é sensibilizar o homem para o enfrentamento dos problemas ambientais. Algumas sugestões em benefício da causa você pode acessar os links que seguem:http://ciclovivo.com.br/noticia/10_maneiras_de_reutilizar_garrafas_pet,http://www.viladoartesao.com.br/blog/2010/02/ideias-de-como-reciclar-sacolas-plasticas/ 
http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/lixo/lixo-domestico-coleta-seletiva-separacao-dicas-501359.shtml?func=2

Resultado final dos resíduos que entram na regrinha dos três erres frente as ações dos meus, dos nossos pequenos brilhantes do 9º ano da Escola Estadual Cid Rosado/Encanto- RN.
ALUNOS E ALUNAS COLABORADORES

Para o trabalho dar certo, é necessário companheirismo, respeito às características próprias deixando em evidência acolhimento, cooperação, disponibilidade, respeito às diferenças étnicas, econômicas e sociais, tolerância, generosidade, delegando as partes responsabilidades que venham melhorar também a equipe escolar, uma vez que liderança em relação ao colegiado se conquista e as conquistas só contemplam quem é atuante. 

Voz poética de Lino Sapo-Poeta de Cachoeira do Sapo / RN

PLANTANDO PINGO DÀGUA





Minha cacimba secou mais uma vez
Os braços já não aguenta mais cavar
A última vaquinha bebeu, mas se engasgou
Morreu matando o que vivia a lhe matar
E minh`alma adormeceu pra não me ver chorar

O terreiro batido já se enfeitou de couro e ossos
Do meu gadinho que há tempo defuntou
Já não tem barragem, açude, rios ou poços
Apenas uma torrente de remoço ficou
Num assovio uma canção pra distanciar a dor
A tardinha entre tanta carcaça contemplo o que sobrou

Sob o trago da fumaça da piúba dum brejeiro
Alegra-me um relâmpago na barra quebrar
E como um sertanejo sofrido, mas guerreiro
Meu roçado em pensamento começo plantar

Com a enxada da esperança cavo o chão que tudo faz nascer
No matutar dos meus sonhos quero todo o sertão plantar
Plantarei bilhão, decilhão, vigesilhão de pingos dàguas
Pra quando eu começar a colher
Quando for no tempo da fartura
Quero todos os silos da terra encher
E a seca que a tudo consome eu possa erradicar.
E a assim, nunca mais no meu torrão ver, bicho de fome e cede morrer.

Lino-sapo