Ensaios poéticos

Postagens populares

Caatinga/ mandacaru em flores

Caatinga/ mandacaru em flores

Árvores da Caatinga

Árvores da Caatinga
Mufumbo florido

Visitantes

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Voz poética de Fátima Alves para o sobrinho Artur Veríssimo
Presentes para Artur!!!
Artur com a família do Papai!
Artur com a família da Mamãe!
Saudações para Artur!

Olá, Artur!
Menino lindo!
Que ninguém conhece ainda
Mas a todos cativou
Desde quando Deus gerou
Estais ainda no ventre
Da tua mamãe Lisandra
Mas com teu pai Juscelino
Tu já consegues falar
Movimentando seu corpo
Apertadinho na barriga
Mostrando pra teu papai
Que escutas seu falar
E ele te acarinha
Ciente de que tu sentes...
O tempo passou depressa
E você já vai chegar
Na barriga da mamãe
Não dar mais para ficar
Em poucos dias
Tu virás!
Neste mundo respirar
Mas primeiro chorarás!!!
E no seio da família
Com amor tu crescerás!

Fátima Alves/ poetisa da Caatinga
Natal/25.02.2012

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Andando na noite Serrana - Voz poética de Fatima Alves ( Poetisa da Caatinga) São Miguel / Cel. João Pessoa/RN

No escuro da noite! Flores enfeitam a Caatinga! E com elas me encanto!
É noite na Área Serrana! E estou contemplando a beleza das       flores noturnas do mandacaru.É  ! flores noturnas dmandacaru
       Só escuto o canto ou o lamento das minhas poesias...



                  Vivo solitária, mas sempre enlouquecida com a poesia, que de mim não desgruda um só instante. Só não enlouqueço, porque não dou tanta trela para ela. E assim, ela fica em mim... dizendo , se lamentando ou cantando  o que quiser... E eu, somente a ouvindo. Estou escrevendo pouco, pois minha dedicação no momento, é centrar-me para escrever sobre a Área Serrana  do RN, e sobre "Os Projetos de  Literatura" na Escola onde trabalho. Lá temos sarais mensais, sem nunca faltar, é um compromisso sério que exige muito da equipe, principalmemte da gestora (eu). Esse trabalho, é um lindo e valioso Projeto, que já existe há dois anos, desde que a escola foi fundada. E esses sarais acontecem em semanas e dias diferentes para contemplarmos todoas as disciplinas. É um trabalho por demais... Muito Belo!
Fátima Alves/ Poetisa da Caatinga

Natal/22/02/2012