Ensaios poéticos

Postagens populares

Caatinga/ mandacaru em flores

Caatinga/ mandacaru em flores

Árvores da Caatinga

Árvores da Caatinga
Mufumbo florido

Visitantes

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Lembranças de uma singela infância... nos versos de Fatima Alves ( Poetisa da Caatinga) São Miguel / Cel. João Pessoa/ RN


Lembranças de uma singela infância

No meu tempo de criança
A infância brincava feliz
Brinquedos não nos faltavam
E a gente mesmo os fazia
O material era tão farto
E podíamos encontrar
Em qualquer lugar onde fossemos
As bonecas podiam ser
De qualquer coisa encontrada
Desde espiga inda nova de milho
Com seus cabelos dourados ou coloridos
Como também de sabugos
Pedrinhas e cascas de melancia
E ainda as mais populares
Bonecas de pano que toda mãe ou tia fazia
Mas também tinha bonecas de plásticos
Aquelas mais singelas
Sem cabelos e sem roupas
Que hoje nenhuma criança quer
Pois delas eu tive várias
Pra meu deleite de criança
Nesses brinquedos a fantasia reinava
E de casinha a gente brincava
Em qualquer lugar da casa ou do terreiro
Lá nessas casinhas, tudo da vida real
Pela magia passava...
E assim a nossa infância brindava ou chorava
Pois tudo que no mundo adulto acontecia
Nas brincadeiras simbolizávamos
E assim de forma saudável
A infância tão curta passava...

Fátima Alves/ Poetisa da Caatinga
Natal / 19.02.2010

Obs: A criança da foto é Izabel, minha sobrinha.