Ensaios poéticos

Postagens populares

Caatinga/ mandacaru em flores

Caatinga/ mandacaru em flores

Árvores da Caatinga

Árvores da Caatinga
Mufumbo florido

Visitantes

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Voz poética de Emanoel Carvalho - Poeta Micaelense


TRISTEZA

Quando a seca castiga o meu sertão e eu vejo a nuvem lá em cima
Branca como a neve ou cristalina sem sinal de inverno eu entristeço
O sol quente derrete o meu juízo e eu vejo que o tempo muda o clima
As carcaças de bois pelas campinas é uma imagem dura da fraqueza
O vaqueiro suspira com tristeza vendo a cena que poucos imagina.

EMANOEL CARVALHO     20/05/2013

Mais um sensível poema de Fátima Alves - Poetisa da Caatinga















A dança do meu girassol

Alegre-se minha flor amarela!
Daqui há pouco chega o vento
Quero te ver a dançar lá na janela
E sua beleza tocará meus sentimentos

Pétalas macias abraçadas pelo sol
Tão amarelas enfeitando meu viver
Dança tão belo um pequeno girassol
Que meus olhos não conseguem se conter

Pensa e deseja ser uma abelha a voar
Só pra em ti poder pousar devagarzinho
Brincar feliz a provar seu doce néctar

Meu girassol, passa o dia a dançar
Porque precisa seduzir o meu rei Sol
Enquanto isso... vou vivendo a cantar
                          ***
Fátima Alves - Poetisa da Caatinga / 07.06.09

Texto do meu livro : Palavras Singelas e Encantamentos...

Voz poética de Fátima Alves - Poetisa da Caatinga - Sereno e Sol

Sereno e Sol

Respiro de Deus
Com  cheiro de flor
Singelo molhar
Pra vida acordar
Sereno  em véu
Envolve a montanha
E o sol da manhã
Também quer brilhar
Com raios morninhos
Esbanja sua luz
E pede ao sereno
Pra vida esquentar
O sereno despede-se
E vai descansar
Deixando o espaço
Pra o sol governar
Sereno e sol
Essências de Deus
           ***
Fátima Alves Poetisa da Caatinga
Natal, 02.03.09

       Ao Deus universal!
Texto do meu livro Palavras Singelas e Encantamentos...