Ensaios poéticos

Postagens populares

Caatinga/ mandacaru em flores

Caatinga/ mandacaru em flores

Árvores da Caatinga

Árvores da Caatinga
Mufumbo florido

Visitantes

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Poetisa da Caatinga verseja sobre a chuva e a solidão...


















Um dia de chuva!
     Cheio de solidão...

Nesses dias...
O tempo tem me trazido solidão
Estar chovendo muito
Dia e noite, sem parar
O sol não aparece
E o frio me abraça
É inverno no litoral nordestino
Minhas roseiras estão lindas
Mas os pássaros e as borboletas
Que costumam lhe visitar
Com certeza estão recolhidos
Em seu habitat...
Abraçados também pelo frio
Porém, felizes!
Pois chuva aqui... traz felicidade
Muita felicidade!
E eu, apesar de sentir essa felicidade
Que a chuva traz
Em cada uma de sua gotas
Sinto também, o abraço da solidão
E ele alonga meu dia...
Deixando-me ansiosa e saudosa
De muita coisa já vivida
Em tempos de chuva
Lembro-me!
Do fogão a lenha que nos esquentava
Da roça verdejante e cheirosa
Do rio a correr...
E da nossa esperança
Depositada nas gotas de chuva...
E se penso no passado próximo
Lembro-me!
De levar as crianças a escola
E dos cuidados que tinha
Para com elas nesse período
E por ter tanto pra fazer
Eu não sentia solidão...
Mas hoje, quando o dia estar assim
Com tanta chuva!
Que não dar para ir trabalhar
Fico sozinha em casa...
E pra espantar a solidão saudosa
Simplesmente escrevo o que sinto...
                  ***
Poetisa da Caatinga


Natal,23.06.09
Texto do meu 2º livro"Retratos Sentimentais da Vida na Caatinga"